1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Mestrado em Saúde Pública - À Distância

A Faculdade de Medicina tem estabelecido um curso de Mestrado em Saúde Pública (MSP) desde o ano de 2001, obedecendo à modalidade presencial. Para responder à dinâmica do mercado, o curso MSP presencial foi revisto em 2008 e aprovado pelo Conselho Universitário em 2009, estando deste modo numa fase de consolidação da sua implementação.

Os últimos desenvolvimentos nacionais e internacionais, tornaram o MSP um produto altamente concorrido, havendo em cada ano entre 200 a 300 candidaturas concorrendo para uma das 30 vagas que é a capacidade máxima existente. Mesmo tomando em conta a competição oriunda de outros MSP recentemente estabelecidas no país, o nosso MSP tem tido enorme solicitação. Ademais, poucos
candidatos de outras províncias do país, para além da Capital Cidade de Maputo, conseguem ter capacidade de ingressar ao MSP por causa de aspectos logísticos que um curso completamente presencial acarreta. Assim, no âmbito de esforços contínuos de resposta à crescente demanda, o Núcleo de Gestão do MSP-UEM decidiu com apoio do CDC/PEPFAR conduzir em 2010 um estudo de
viabilidade de ensino à distância em MSP, orientado por dois objectivos principais: (i) Descobrir a existência (ou não) de interesse da parte de graduados em Medicina ou áreas afins à Saúde, habilitados com o Grau de Licenciatura, em aderir a uma proposta de realização de Mestrado em Saúde Pública à distância, a ser protagonizada pela Faculdade de Medicina da UEM, através do seu Departamento de Saúde da Comunidade, num contexto de baixo acesso às Tecnologias de Informação e Comunicação; (ii) Avaliar as condições reais, a diversos níveis, que tornariam possível a concretização de tal projecto no terreno. As lições/conclusões do estudo de viabilidade vieram
confirmar a necessidade de introdução do MSP à distância. Esta abordagem está também alinhada com as prioridades políticas de educação em Moçambique e na UEM em particular.

O Mestrado em Saúde Pública será oferecido através do ensino à distância com materiais de aprendizagem auto-instrucionais (escritos na forma de sessões interactivas) em combinação com sessões presenciais opcionais e com forte componente de contacto por correio electrónico através da plataforma em uso pelo CEND. Continue lendo aqui